de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

O Mensalão e a posse anacrônica

1 comentário

NOSSA OPINIÃO

Ao dirigir-se à Câmara de Deputados, o ex-presidente do PT e atual condenado pelo STF por corrupção ativa e formação de quadrilha, José Genoino, respondeu com agressividade aos repórteres aos quais chamou de “torturadores modernos” com os quais não falaria nem no “pau de arara”. Cinicamente, afirmou que ali estava para “cumprir meu dever como deputado respeitando as leis do meu país e as leis constituídas da República”. 

Quando V. Exa. fala “meu país”, quem conhece seu passado, sabe que o pronome possessivo “meu” na sua mente (e de alguns de seus próximos) difere daquele usado pelos demais brasileiros, para os quais tem sentido coletivo de nosso. 

Ao evocar seu passado de guerrilheiro, gratuitamente, V. Exa. traz à tona sua (e de seus camaradas) primeira grande derrota na tentativa de conquistar o país. Lá atrás, os militares intransigentes com o comunismo cortaram o “barato”; agora os ministros do STF entenderam que a gatunagem estava cara demais. 

O episódio levanta suspeita de que a condenação abalou (e muito) V. Exa e a presença da filha ao lado, permite concluir que família já deve ter percebido o eventual desequilíbrio. Falar em inocência um criminoso que, em quadrilha, agiu na tentativa de corromper deputados e sabe-se lá quem mais. Assumir “com a consciência serena” um cargo no Poder onde sua gangue planejou (e estava executando) a compra de ocupantes-chaves. 

A posse anacrônica de Genuíno inverte os papéis do condenado como “comprador” em S. Exa. a “mercadoria”.  Pior do que colocar a raposa para cuidar do galinheiro. O canídeo travestiu-se em penosa.

Inicio

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Um pensamento sobre “O Mensalão e a posse anacrônica

  1. Vamos agir contra a eleição de Calheiros à Presidência do Senado???