de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

Recados à sociedade na festa de Joaquim

NOSSA OPINIÃO

Foi também um ato de afirmação da democracia a bonita e merecida festa de posse de Joaquim Barbosa na presidência do STF e do Conselho Nacional de Justiça. Entre homenagens e aplausos foram transmitidos importantes recados à sociedade brasileira para valorizar e defender as instituições democráticas, notadamente a independência do poder judiciário.

As conquistas e os avanços alcançados no combate à corrupção e à impunidade com o julgamento do mensalão produziram reações violentas. O aparelhamento dos tribunais por grupos de interesse político e econômico que pretendem se perpetuar no poder passou a ser seu objetivo estratégico imediato. São organizações e indivíduos de perfil autoritário comungando esse propósito com empresas, entidades e toda a sorte de interessados na rapinagem da máquina pública.

Podemos relacionar a essa ameaça a preocupação de Joaquim Barbosa de “afastar o novo juiz de influências negativas e de laços políticos eventualmente usados para a ascensão profissional”.

Essa manifestação contundente pela independência do juiz, bem como pelo combate aos privilégios e pela celeridade dos processos não conta, lamentavelmente, com o apoio dos demais poderes da República, tendo, portanto, de ser sustentada pelo pronunciamento e pela ação direta da sociedade.

Inicio

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.