de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

O Mensalão e a coerência na dosimetria

NOSSA OPINIÃO

Injusta e maldosamente rotulado de julgar politicamente e atuar como tribunal de exceção no julgamento da AP-470, posto que, ao acolher na íntegra a tese do domínio dos fatos, abdicava da primazia da observância das provas materiais até então prevalente em foros judicantes, a assentada de retomada do julgamento do Mensalão, após interrupção pela viagem do ministro J. Barbosa, causou a quem o acompanha a sensação de mudança de canal no meio do filme.

Coesos, à quase unanimidade nas condenações e enfáticos na sustentação da gravidade dos crimes imputados aos réus pelo MP, surpreende que adotem comportamento mais benevolente no estabelecimento das penas dos condenados por práticas entendidas, dias antes, por esses mesmos magistrados como absurdamente graves.

Atenuadas as divergencias, embora ainda presentes, hoje o julgamento avançou com mais celeridade. As sentenças alçaram um pouco mais de razoabilidade, o núcleo operacional está fechando o seu ciclo. O ministro Marco Aurélio fez algumas intervenções interessantes assim como o ministro Celso de Mello deu outra aula ao fundamentar bem a sua dosimetria. A experiencia marcou presença.

No conjunto, assim como a estranheza, a preocupação ainda persiste em face aos delitos já condenados. Que as sentenças observem rigorosamente a gravidade das condenações e que sejam coerentes. E exemplares.

É como sentimos. Estamos atentos.

Inicio

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.