de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

Nós e as eleições

“Chegou a hora desta gente bronzeada mostrar o seu valor”

O Movimento 31 de Julho, focado na luta contra a corrupção e a impunidade, entende o compromisso político de estender essa luta também às eleições municipais do Rio de Janeiro e de todo o Brasil no próximo dia 7 de outubro. Por apartidários, não nos cabe indicar candidatos, e longe de nós a intenção de ensinar como votar, mas apenas, como formadores de opinião, destacar alguns pontos importantes na escolha dos prefeitos e vereadores a quem confiaremos as nossas cidades e representações legislativas por 4 anos, sem chance de “recall”.

– Ao contrário do que se costuma argumentar, ninguém é culpado por ter colocado um safado nos governos ou nas câmaras legislativas através do voto. Simplesmente porque o político pilantra nunca se apresenta ao eleitor como tal. Daí, a importância de não repetirmos os erros.

– Votar branco ou nulo, nem pensar porque só favorece aos corruptos.

– A Lei da Ficha Limpa, conquista da cidadania, veio para impedir/dificultar que corruptos se elejam. O TSE disponibilizou uma ferramenta que ajuda os eleitores saberem se o candidato é ficha limpa. Cabe a nós exercer esse direito e banir os fichas sujas da política, consultando o TSE no link , aqui

– A educação de um povo é a base de tudo e a Constituição Brasileira determina que todos os municípios têm que aplicar 25% de todas as receitas em educação, mas isso raramente é cumprido. Para exemplificar, o Rio de Janeiro só aplica 18,5%. Nossas escolhas devem exigir compromissos dos candidatos em fazer valer essa obrigação constitucional.

– Também vale consultar os sites da Transparência Brasil do Projeto Excelências (aqui) e do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (aqui), entre outras iniciativas que oferecem informações sobre políticos e orientações para evitar o voto nos ficha-suja.

“O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala nem participa de acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, da moradia, do sapato e do remédio dependem de decisões políticas. O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito, dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política nasce a prostituta mirim, o menor abandonado, o assaltante e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra e corrupto.” Bertolt Brecht

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.