de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

Mensalão: julgamento impõe cautela aos corruptos

NOSSA OPINIÃO

Independentemente das sentenças, o julgamento do mensalão provoca mudanças positivas na justiça e na política do país. Os poderosos estão mais cautelosos, menos seguros da impunidade na prática de corrupção. Políticos de reputação duvidosa estão tendo mais trabalho para captar recursos e obter adesões a suas campanhas eleitorais.

Na sessão de hoje do julgamento, o ministro Gilmar Mendes se referiu à compra de apoio político como ataque à democracia. Essa mercadização da política não ocorre somente com o uso do dinheiro sujo, mas também com a troca de favores, nomeações e toda sorte de escambo envolvendo cargos, repartições, estatais e ministérios.

A ministra Carmen Lúcia apelou aos jovens para que não se desencantem com a política, que é uma das atividades mais importantes na sociedade e crucial para a democracia. O julgamento do mensalão é a dissecação do que há de mais podre na política e, ao mesmo tempo, uma afirmação da política no seu sentido mais grandioso, com a manifestação livre das instituições democráticas.

É lamentável, portanto, que dirigentes e intelectuais do PT estejam desqualificando este processo, que chamam de “julgamento de exceção”, e apostando na desmoralização do STF, procurando jogar a opinião pública contra a justiça, exatamente no momento em que ela se renova no Brasil, estreitando o caminho da impunidade.

Inicio

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.