de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

Mensalão: as leis, o sistema e a dificuldade de se fazer justiça

NOSSA OPINIÃO

Os temores dos brasileiros suscitados pelas ações, nem sempre éticas e legais, intentadas com objetivo de evitar, ou apenas procrastinar a realização do julgamento do mensalão pelos que temiam a autópsia do maior escândalo de nossa história, restam fundamentados a cada capítulo de seu andamento. Dentro e fora do tribunal.

No vácuo da intempestiva nomeação e celeridade para empossar Teori Zavascki, surge mais uma versão desabonadora à escolha: teria sido indicado pelo ex-marido de Dilma. Tais critérios justificam Dias Tofolli, cuja pequenez jurídica tem sido explicitada, pela tibieza nas leituras de suas argumentações (de autoria duvidosa) e, por ter sido o único juiz a não emitir uma só opinião em todos os acalorados debates entre os ministros. Insegurança? Já Lewandowski, indicado por Dª Marisa, mantém-se irredutível no alongamento exagerado de suas falas, usualmente em benefício dos acusados. Cinicamente, acompanhou o relator na condenação de Waldemar da Costa Neto depois de ter absolvido João Paulo Cunha, por prática idêntica.

Não bastasse o uso político dos tribunais, temos assistido nos debates, notadamente hoje entre Barbosa, Lewandowski e Celso de Mello, o quanto as leis protegem os malfeitores e os ampara de condenações, mesmo diante de evidências irrefutáveis. Sem falar na dificuldade de levá-los a julgamento. Portanto, até agora, no Brasil o crime tem compensado.

Estamos certos de que este julgamento emblemático será o ponto de inflexão. O Brasil não será mais o mesmo.

Inicio

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.