de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

Mensalão: Julgamento de exceção?

NOSSA OPINIÃO

O PIG – Partido da Imprensa Governista e os blogueiros do PT lançaram uma nova palavra de ordem nesta semana para desqualificar o julgamento do mensalão: “trata-se de um julgamento de exceção”, em que os réus estão sendo condenados sem provas, por juízes conservadores, influenciados pela imprensa vingativa (que denunciou os crimes). Isso equivale a dizer que o STF se transformou num tribunal de exceção.

Trata-se de uma renovada ofensiva para pressionar os ministros a aliviarem a mão com José Dirceu e os demais grandes nomes do partido com relação à acusação de corrupção ativa. O ministro Joaquim Barbosa deverá relatar esta parte nos próximos dias, mas vem construindo passo-a-passo, ou prova-a-prova, o embasamento desta acusação.

Na sessão desta quarta-feira, o relator demonstrou que não há dúvidas de que o dinheiro do mensalão era pago a líderes capazes de influenciar parlamentares de seus partidos a votarem com o governo. Há provas de que houve o dinheiro sujo, a lavagem, a corrupção passiva e o ato de ofício. Isso não poderia existir sem a corrupção ativa.

A teoria do “julgamento de exceção” vem da mesma chocadeira da tese do “trial by media”, que precedeu o início das sessões plenárias do STF. Também têm a mesma origem as palavras de ordem antecedentes: “era caixa dois”, “o mensalão não existiu” e “Lula não sabia”.

As pressões sobre os ministros se sucedem. E manobras continuam sendo armadas na sombra de gabinetes em Brasília. Mas a sociedade está atenta e não vai esmorecer no acompanhamento desse julgamento, que é crucial não só para os réus, mas para o futuro da justiça e da democracia no Brasil.

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.