de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

A novela do Mensalão: foi o mordomo?

NOSSA OPINIÃO

A segunda novela em audição no momento, o Julgamento do Mensalão, nesta última semana reservada às sustentações orais, parece ter atingido seu clímax nesta segunda feira.

Apesar dos atores terem mantido a mesma e desgastada encenação, com a mesma e enfadonha gesticulação, o teatral exibir de papéis, o repetitivo bebericar de um gole de água, surgiu um novo enredo, ou melhor, descobriu-se quem era o principal mensaleiro: o Lula.

Alegando provas factuais e testemunhais, ao acusar o ex-presidente de, muito mais do que sabedor do esquema, ser o mandante da maracutaia, o defensor do denunciante do escândalo – Roberto Jeferson – invocou as várias condecorações de “doutor honoris causa” concedidas ao ex-presidente por notáveis universidades, no país e no exterior, na fundamentação de que Lula, conhecido por sua esperteza política, não poderia ter sido um simples “pateta”, em meio a tanta roubalheira na cúpula do partido, do qual era o nome mais expressivo, e no governo, do qual era o primeiro mandatário.

O episódio coloca Lula numa saia justíssima: assumir que era realmente o “bobo da corte” e comprometer sua imagem de líder; ou, exibir seu indisfarçável egocentrismo e soltar a língua.

É difícil, mas ele já conseguiu feitos maiores.

Inicio

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.