de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

Mensalão: o mesmo e o novo

NOSSA OPINIÃO

A semana termina com o STF cansado. Pudera, depois de dias ouvindo defesas seguidas e invariavelmente batendo nas mesmas teclas – foi apenas caixa 2 ou desconheciam os fatos  – não há quem agüente. Há algo de recorrente no reino de Pindorama. E nem assim convence… 

Já novas, e extremamente bem vindas, são as perguntas dos ministros durante algumas sustentações orais. Além de trazer mais dinamismo, curiosidade e “suspense” ao julgamento, podem trazer à tona esclarecimentos importantes. As perguntas que Joaquim Barbosa fez à defesa do réu Henrique Pizzolato, por exemplo, falam por si próprias : deixam claro que houve desvio de dinheiro publico – e com isso desmontou-se um dos maiores argumentos das defesas.  Como afirmou o jurista Joaquim Falcão “Sustentações orais deveriam ser diálogos esclarecedores entre ministros e advogados. E não monólogos de verdades solitárias.” Que esta interação venha para ficar!

Finalmente, uma observação de coxia: no geral, o plenário nos pareceu bem tranqüilo, com uma atmosfera de normalidade, de rotina, sem ansiedade, como tem que ser. Os ministros, mesmo observados e televisionados, conseguem se abstrair do que acontece fora do plenário, transmitem segurança e parecem estar no controle.

Ponto para o STF! 

Inicio

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.