de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

Mensalão perverso

NOSSA OPINIÃO

Conforme foi sugerido pelo ministro Luiz Fux, continuamos confiantes na Justiça. Para nós, é inimaginável que não se faça Justiça nesta ação penal. Pois, a prevalecer os cínicos argumentos dos advogados de defesa, retóricas banais própria de advogados da facção – amigos dos amigos – ADA, o STF estaria estabelecendo uma jurisprudência perversa à sociedade brasileira pela desconsideração de amplas provas testemunhais, materiais e circunstanciais do processo. Jurisprudência essa que seria vinculante à todas as instâncias do Judiciário, escrevendo a primeira edição do mais completo manual (cartilha) para uso de políticos pilantras, e seus comparsas, de como desviarem dinheiro público sob a garantia da Suprema Corte de total impunidade.

Senhoras ministras e senhores ministros, suas responsabilidades com a nação e a democracia tornou-se um desafio à ética e à moralidade pública, que é o que está em causa no histórico julgamento da mais sofisticada organização criminosa instalada nos poderes executivo e legislativo brasileiro que roubou dinheiro público apostando na impunidade. Pilantras do Mensalão: perderam!! é o que esperamos do STF.

E também, que a nós não desampare jamais!

Inicio

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.