de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

Mensalão e os carros-fortes, malas com dinheiro…

Marcos Valério despachava dinheiro do mensalão em carro-forte, diz procurador. Para acusação, operador do mensalão era presença frequente em reuniões do PT e tinha carta branca para negociar a formação da base governista.

Revista Veja, por Laryssa Borges e Gabriel Castro

Em 03/08/2012 – Ueslei Marcelino/Reuters

Apontado como o braço operacional do esquema do mensalão, o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza era “presença frequente” em reuniões do PT e chegou a utilizar carros-fortes para movimentar os recursos que abasteceram o projeto de compra de parlamentares. As informações constam da acusação apresentada nesta sexta-feira pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, durante o julgamento da ação penal do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF).

“José Dirceu foi o mentor do esquema e Marcos Valério foi seu principal operador”, disse o procurador-geral. Valério, que responde no STF pelos crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, passou, na versão do Ministério Público, de mero financiador a personagem influente na política, com carta branca para negociar a formação da base aliada do governo.

De acordo com Roberto Gurgel, os recursos movimentados por Valério e por instituições financeiras, como o Banco Rural, chegaram a impor a contratação de policiais para a escolta dos malotes destinados à propina. “Alguns dos saques feitos pela quadrilha impuseram que policiais e carros-fortes fossem contratados, tamanho o volume de recursos”, relatou. “Convenhamos, fossem lícitas essas operações, por que fazê-las ao largo do nosso sistema financeira, do nosso sistema bancário?”, questionou o procurador.

Leia matéria na integra aqui

Inicio

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.