de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

O Mensalão e a democracia

NOSSA OPINIÃO

Na reta final ao inicio do julgamento do mensalão, a semana foi atribulada. Viu se de tudo. A recorrente discussão do foro, mencionada até por alguns juízes; pedidos de suspensão do julgamento por supostamente contaminar as eleições municipais; prejulgamentos a favor ou contra esse ou aquele réu; o mensalão na mídia internacional e, finalmente, ainda contradição nas defesas, depois de 7 anos da denuncia! O clima esquenta. Sem dúvida, como já foi dito, o crime organizado anda muito desorganizado.

Felizmente, o brilho da semana ficou por conta da Ministra Eliana Calmon. Sempre ela. Há dias, comentando este julgamento, ela afirmou que “há por parte da Nação uma expectativa muito grande e acho também que o Supremo está tendo o seu grande julgamento ao julgar o mensalão”.  Nada mais óbvio, e por que não? Na verdade, gostando ou não, todos nós estamos sempre sob julgamento alheio, assim como as instituições e até o STF, especialmente em se tratando deste julgamento emblemático. Afinal, como ela mesma completou: “Todo e qualquer poder, no regime democrático, também se nutre da confiabilidade daqueles a quem ele serve”. Isso é democracia. Estamos confiantes.

Inicio

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.