de olho no mensalão

pelo Movimento 31 de julho

O Mensalão e o Nosso Papel

NOSSA OPINIÃO

A 13 dias do inicio do julgamento do mensalão, a ansiedade aumenta, o país se mobiliza, os atores se preparam. O STF comunica estar no controle da situação e afirma que este é um julgamento comum e que, em importância, não difere dos outros. A logística planejada considera até banheiros químicos no entorno do plenário. A mídia se organiza, monta equipes de cobertura, faz treinamento e prepara páginas específicas para os leitores na web. Os 38 réus finalizam as defesas e declaram  à imprensa: “são inocentes”.

Depois do acolhimento da denúncia pela Corte, foi sancionado um projeto de lei de autoria do atual ministro da justiça José Eduardo Cardozo  –  estranhamente até com efeito retroativo.  A nova lei favorece aos réus? É isenta? Recentemente, por exemplo, a dias do julgamento do mensalão,  a acusação ao Valerioduto foi por ela enfraquecida, contrariando o parecer da auditoria técnica e de fiscalização do TCU, e agora chancelada pelo próprio. Nossa justiça é assim flexível?

Ora, ninguém quer que injustiças sejam cometidas, mas queremos, sim, coerência e respeito. O que vai acontecer ainda não se sabe. Mas uma coisa é certa: este é um julgamento emblemático. Vai sinalizar para a sociedade se o Brasil continua sendo o país da impunidade ou está mudando. Estamos de olho –  este é o nosso papel.

Inicio

Anúncios

Autor: deolhonomensalao

O MOVIMENTO 31 DE JULHO é o responsável por este blog. Desde meados de 2011 o movimento vem organizando e participando de manifestações contra a corrupção e a impunidade, tais como: passeatas, comícios e também ações na Internet, realizadas em conjunto com outros grupos do Rio de Janeiro e de todo o Brasil. Promoveu o abaixo-assinado – SOS_ STF- pelo julgamento do Mensalão, o Troféu Algemas de Ouro e a Campanha do Pega Ladrão. Vem contribuindo para causas vencedoras, como o reconhecimento da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, a confirmação do poder do CNJ de investigar e punir irregularidades no Judiciário e a confirmação do julgamento do Mensalão, a maior conquista da sociedade contra a impunidade.

Os comentários estão desativados.